sexta-feira, 2 de julho de 2010

O valor educativo do xadrez


4. O valor educativo do xadrez
Partindo da premissa de que o desenvolvimento do raciocínio é elemento fundamental para que a cidadania se efetive, apresentamos o jogo de Xadrez como complemento à educação escolar.
Esta atividade proporciona não apenas mais uma opção de lazer, mas a possibilidade de valorizar o raciocínio através de um exercício lúdico. Segundo Charles Partos, mestre internacional suíço, o aprendizado e a prática do xadrez desenvolvem as seguintes habilidades:
  1. a atenção e a concentração;
  2. o julgamento e o planejamento;
  3. a imaginação e a antecipação;
  4. a memória;
  5. a vontade de vencer, a paciência e o autocontrole;
  6. o espírito de decisão e a coragem;
  7. a lógica matemática, o raciocínio analítico e sintético;
  8. a criatividade;
  9. a inteligência;
  10. a organização metódica do estudo;
  11. o interesse pelas línguas estrangeiras.

    Deve-se ter em mente que o Xadrez reproduz uma situação de guerra, mas num contexto lúdico. Cada jogador funciona como um general na condução de um exército. Suas decisões são fundamentais para ganhar ou perder a partida, reproduzindo em escala diminuta o que poderia acontecer em uma batalha.
    Acreditamos que o projeto Xadrez na Escola pode desenvolver as habilidades cognitivas citadas, bem como democratizar este jogo-arte-ciência, cuja origem e história perdem-se no tempo.
    Atualmente no Brasil, a transcendentalidade no currículo escolar tem sido um dos aspectos mais positivos para a educação integral. Nesse aspecto, o Xadrez tem demonstrado, nos países em que é adotado como disciplina curricular, ser tão importante quanto as disciplinas artítisticas e científicas, pois enquanto esporte desenvolve habilidades; enquanto arte estimula a imaginação de, diante de inúmeras possibilidades que se apresentam, criar seqüências artísticas do jogo; enquanto ciência, exige acurado estudo teórico e a elaboração de cálculos precisos.
    QUADRO COMPARATIVO DAS CARACTERÍSTICAS DO XADREZ E SUAS IMPLICAÇÕES EDUCATIVAS
    Características do xadrez:
    • Concentração enquanto imóvel na cadeira
    • Fornecer um número de movimentos num determinado tempo
    • Movimentar peças após exaustiva análise de lances seguintes
    • Encontrado um lance, procura outro melhor
    • De uma posição em princípio igual, direcionar a uma conclusão brilhante (combinação)
    • O resultado indica quem tinha o melhor plano
    • Entre várias possibilidades, escolher uma única, sem ajuda externa
    • Um movimento deve ser conseqüência lógica do anterior, devendo apresentar o seguinte.
      Implicações nos aspectos educacionais e de formação do caráter
      • Desenvolvimento do autocontrole psico-físico
      • Avaliação da hierarquia do problema e a locação do tempo disponível
      • Desenvolvimento da capacidade para pensamento abrangente e profundo
      • Empenho no progresso contínuo
      • Criatividade e imaginação
      • Respeito à opinião do interlocutor
      • Capacidade para o processo de tomar decisões com autonomia
      • Capacidade para o pensamento e execução lógicos, auto-consistência e fluidez de raciocínio.
      "A impossibilidade de conhecer o melhor lance em uma partida de xadrez é que eleva o xadrez de um jogo científico para uma forma de arte, um meio de expressão individual."
      John R. Bowman (físico)
      Esse texto foi pesquisado no site indicado abaixo:
      http://www.clubedexadrez.com.br/portal/cxtoledo.asp

      Nenhum comentário:

      Postar um comentário