quinta-feira, 24 de junho de 2010

Trabalhando nas colunas - parte 2

Para sermos bons enxadristas, um dos princípios básicos é entendermos tanto a importância de se dominar uma coluna aberta, quanto a de se posicionar uma Torre na sétima linha, tão logo essa oportunidade nos apareça.
Para ilustrar esse princípio, vejamos alguns exemplos:
Diagrama 1
FEN : r5k1/p4ppp/Pp2p3/1Pp5/2P1PP2/6P1/2K3RP/8 w
Notem que a coluna d está aberta e sem domínio de nenhum dos lados.
Além disso, esta coluna é a única via de passagem para a colocação das Torres remanescentes sobre o tabuleiro no ataque, tendo em vista que a estrutura de Peões, de ambas as cores, bloqueiam todas as demais colunas.
Portanto, como as brancas têm a iniciativa de jogar, nada mais objetivo, neste momento, do que fazer 1.Rd2 e depois posicionar a Torre em d7, tornando-a uma grande dor de cabeça para as pretas!
Diagrama 2
FEN : r4rk1/p4ppp/Pp2p3/1Pp5/2P1PP2/6P1/2K3RP/R7 w
Esta nova posição é a mesma anterior, com a diferença apenas que foram acrescentadas as segundas Torres para cada um dos lados.
Será que o procedimento, agora, será diferente?
Vejamos como a partida poderia continuar:
1.Rd2,Rfd8 ; 2.Rad1,Rxd2 ; 3.Rxd2
Vejam que as pretas tentaram impedir o domínio branco sobre a coluna aberta, mas não foram felizes!
Novamente a Torre branca sobrevivente será conduzida à sétima linha e, novamente, será uma pedra no sapato das pretas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário